"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

O que é Shaumbra/Ser Shaumbra

É um grupo de humanos atravessando seu processo de despertar. 
Despertar da consciência e também da divindade interior.
O termo se originou na época de Jesus e descrevia algumas pessoas que se reuniam (muitos deles, essênios) para encontros secretos da sua busca espiritual.
Numa tradução livre do hebraico antigo, a primeira parte da palavra vem de shau-lar que quer dizer o lar ou a família. A segunda parte vem de ba-rah que significa jornada ou missão. Então, juntando as duas partes temos Shau-lar ba-rah ou mais modernamente Shaumbra  significando "a família que se encontra na jornada, experienciando juntos".

Ser Shaumbra

- Acima de tudo, saber, não sabe como (isso é um mistéeeerio), que existe uma Fonte que nos criou – o/a Tudo Que É.

- Sentir, após ter despertado para o Conhecimento, essa fonte ou Divindade ao fazer uma respiração consciente.

- Viver numa Montanha Russa, pois num dia está se sentindo o máximo, evoluído, divino mesmo e no dia seguinte sentir que falhou , que está longe de sua ascensão (ao mesmo tempo sabendo que ela já ocorreu), que está atolado nos mesmos velhos hábitos e mesmas velhas crenças limitantes.

- Ter um amor enoooorme pelo planeta e pela humanidade, mesmo que haja momentos em que tem vontade de bater em certos espécimes da mesma.

- Vigiar diariamente, minuto a minuto, seus pensamentos para que não caia na tão familiar dualidade.

- Questionar cada nova informação ou mensagem que vem dos mestres. Questioná-las e discuti-las em voz alta, como se o mestre ali estivesse, sentindo-se idiota por estar falando com as paredes, mas ao mesmo tempo “sabendo” que eles estão ouvindo.

- Sentir-se louco por fazer essas papagaiadas, mas ao mesmo tempo dando boas gargalhadas (os vizinhos devem ficar pensando: mas do quê essa criatura ri tanto?).

- Saber, com muita certeza, que tudo está sempre certo, justo e dentro da divina ordem.

- Não ter disciplina nenhuma e ao mesmo tempo se xingar por não tê-la, para logo em seguida dar-se conta: ah, não importa!

- Acordar sempre ou quase sempre de bom humor e estar sempre alegre. Rir muito.

- Ter consciência das pequenas, pueris belezas da vida e do cotidiano.

- Ter certeza que neste justo momento há milhares de outros Shaumbra prontos para ajudar se forem convocados. Somos família.

- Sentir-se livre porque sabe não haver cobrança nenhuma sobre si. Que não existe pecado e erro, pois tudo faz parte da fantástica Experiência-Terra.

- Já ter se livrado do carma. Xô, coisa ruim!  rsrsrs

- Ter consciência de que vivemos numa Matrix e não aceitar isso passivamente.

- Exercitar diariamente a compaixão e isso é dureza, pois ainda vivemos na dualidade, e ao pegar-se em falta perdoar-se imediatamente pela ponta de culpa que sentiu.

- Praticar “quase” hi, hi, hi que diariamente sentir os potenciais de seu futuro. É bucha! É bucha! Aff

Enfim, esta é a minha visão, mas acho que não deve ser muito diferente da de outros Shaumbra.

Resumindo: viver numa Montanha Russa!

16 comentários:

R149 3o75s disse...

Oi,minha particular deusa,concordo tanto,tanto com seu texto que parece que eu tava aí,ditando-o em teu ouvido...Só discordo de uma coisa:ser içço ou akilo,me parece rótulo.Gosto e admiro os Essênios,os Gnósticos,
os Shaumbra,(que tu me apresentastes tão bem) e até os Ateus descabidos,maaaassss estou aqui eu, só filmando tudo... Espero que nós, a humanidade,possamos ter algum dia,numa bela mesa,um belo jantar,regado com o melhor "vinho divino" da melhor safra de Deus, e que possamos achar deliciosa, a gororoba que nós próprios preparamos; afinal,misturar tudo, é ser gourmet,rs!
Grande abraço pra vc,te adoro!

Guiomar Barba disse...

"Sentir-se livre porque sabe não haver cobrança nenhuma sobre si. Que não existe pecado e erro, pois tudo faz parte da fantástica Experiência-Terra".

Isto inclui roubar, matar, estuprar, mentir, denegrir, trair, etc?

Atena disse...

Sim, Guiomar. A Fonte não nos cobra nada disso ou sequer considera condenável porque ela nos ama como somos, independente do que fazemos ou deixamos de fazer. Para a Fonte esse atos só afetam a parte física do ser, mas nós somos muito mais do que isso.
Agora, isso não quer dizer que, do meu ignorante e restrito ponto de vista, eu concorde que as pessoas assim ajam. De jeito nenhum.
Para os Shaumbra é bem fácil pensar assim porque nenhum de nós vai roubar, matar ou fazer qualquer mal para os nossos irmãos, nós já passamos dessa fase. Claro que outras pessoas não Shaumbra também.
Rousseau dizia: o homem é bom, a sociedade é que o corrompe.
Somos bons, a nossa essência é boa e pura e pensando assim é que nós trabalhamos para expandir a consciência das pessoas.
abraços

Guiomar Barba disse...

Atena, Bom se é a sociedade que corrompe, eu pergunto: quem é a sociedade ou o que seria a sociedade?

Eu penso Atena que a fonte não cobra nada porque nunca teve um filho seu ou parente que ama muito enterrado vivo, à exemplo de Tim Lopes. Nunca teve um irmão assassinado simplesmente por queima de arquivo e quantos outras desgraças que ouvimos a cada dia nos noticiários...

Por outro lado, a dor física na maioria das vezes dói menos que a dor da alma, não somos só matéria, estamos muito além dela, como você mesmo falou.

Amiga, teríamos que conversar mais para que eu podesse entender seu racíocinio.

Te amo. Beijão.

Rosa Barros disse...

Nossa, me senti em cada linha descrita. Impressionante! Vim em busca do significado da palavra Shaumbra e me deparei com o seu texto revelador de mim mesma. ;) Grata!

Agora estou seguindo o seu blog!

Atena disse...

Rosa:
Que maravilha, menina, bem vinda ao clube! rsrs
Estou á sua inteira disposição. Use e abuse do questionamento, é ele que nos faz crescer.
abraços

Maristella Pelicer disse...

Meu Deus!!! Será que eu sou, opu quem sabe esteja me tornando um Shaumbra??? lendo sua descrição, tive a nítida impressão d estar vendo vc me descrever... como terei certeza? p favor, meu e-mail é maripelicer2012@hotmail.com.. Podem me ajudar? Grata.

Atena disse...

Maristella:
Seja muito bem vinda. Estarei lhe enviando um e-mail.
abraços

Anônimo disse...

Olá.. identifiquei muito com o texto. tem como me mandar algum material informativo? robertanora83@yahoo.com.br. abraços.

Atena disse...

Olá Anônimo;
Você pode encontrar toda a informação que precisa no site do Círculo Carmesim. Lhe enviarei o endereço por e-mail

Gerson Oliveira disse...

Gostei do que li até agora. Gostaria de saber mais sobre Shaumbra e, se possível, trocar e-mails para que eu possa expor uma situação. Meu e-mail é gtao@ig.com.br
Obrigado! Gerson

Atena disse...

Olá, Gerson:
Seja bem vindo. Enviarei um e-mail para você manter contato.
abraços

camila pires disse...

Olá!! Descobri esses dias, lendo os 12 sintômas do despertar divino, que sou um Shaumbra movendo-se para a nova energia, assim como nos 12 sintomas, lendo o seu significado de Shaumbra, me encontrei demais ... mas ainda sim tenho inúmeras dúvidas sobre isto, me sinto melhor depois de ter visto este blog pois cada vez tenho mais certeza de que não estou só. Por mais q eu tenha muitas dúvidas acerca disto que ta acontecendo comigo, não posso deixar de sentir toda energia boa se aproximando, e me tornando uma pessoa bem melhor, me entedendo melhor... enfim são muitos sentimentos ao descrever isto. Agradeço por me ajudar a me encontrar um pouco mais em meio a tanta informação. E aproveito para pedir, que se possível puder me ajudar a clarear mais e mais, meu email é camelypires@gmail.com ...by: Camila.

Atena disse...

Camila:
Seja bem vinda e aproveite tudo o que encontrar aqui para expandir sua consciência.
Não precisa agradecer, estamos todos no planeta para servir, só que alguns não sabem disso.
abraços

Anônimo disse...

Ola !! Atena m manda o teu email papo cabeça a cabeça de digo q não e um shaumbra

Atena disse...

Olá, Anônimo:
Meu e-mail é iamatena@gmail.com