"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Condenar ou enaltecer Belo Monte?

itaipu

Há dias em que eu fico me questionando por que ainda gasto o meu tempo tentando expandir consciências. Dá uma tristeza, um desânimo ao constatar quantos “cérebros de galinha” andam por aí. Oh céus, que país de gente ignorante. E o que é pior: não dão a mínima para saírem da ignorância. Não estudam, não pesquisam, se limitam a repetir feito papagaios o que ouviram outros dizerem. Aff!!!

A causa deste desabafo foi um vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=kAAdXrdXSpM&feature=player_embedded) que me enviaram por e-mail e que assisti no Youtube. Trata-se de um vídeo com atores globais criticando a construção da usina de Belo Monte. Às vezes eu fico lendo os comentários por lá para saber o que as pessoas andam pensando e foi o que fiz desta vez. Aí veio o desencanto! Quantos “cérebros de galinha” falando sem conhecimento de causa.

Por que cargas d’água as pessoas fazem afirmações sem conhecimento do assunto? Se ao menos dissessem: esta é a minha opinião. Mas não, elas saem afirmando coisas simplesmente porque ouviram ou leram em apenas uma fonte!

O que nos circunda, o que denominamos realidade nada mais é do que a percepção de cada um, sujeita aos conteúdos subjetivos e inconscientes de cada um, muito da nossa realidade são informações transmitidas por fontes nada objetivas já que são comandadas por interesses os mais diversos e assim por diante. Realidade é uma grande fraude ou como dizem os orientais: maya, uma ilusão.

Vejam alguns comentários sobre o vídeo em questão, com os peculiares erros da nossa iletrada população (havia também comentários contra a Belo Monte):

“o mais ironico é um bando de hipocrita sentado com a bunda na cadeira na frente de um computador, com um ar condincionado, ventilador daqui a pouco assistir uma tv, com um plano de saude (ou acha q hospital funciona sem??) EU DESAFIO AQUI ABDICAR DE ENERGIA E MORAR EM UM LUGAR COM AUSENCIA TOTAL,”

“cara, quando artistas globais estão envolvidos, eu desconfio. Por que a Globo está tão interessada no assunto? Será que ela não foi convidada a receber parte dos bilhões?”

“CLARO QUE É LIMPA ESSA ENERGIA... SABE QUANTO CUSTA GERAR ENERGIA EÓLICA??? CARÍSSIMA!!! E TEM MAIS, NÃO TEM ÍNDIO NENHUM LÁ NA REGIÃO ONDE SERÁ BELO MONTE! APENAS 9000 FAMÍLIAS SERÃO REMOVIDAS E VÃO GANHAR CASAS NOVAS E UMA NOVA OPORTUNIDADE DE VIDA... LÁ, O LAGO SE TORNARÁ PONTO TURÍSTICO...”

“Manda essa cambada que fala mal da belo monte morar agora na amazonia.... hahahaha... 2 semanas depois eles mudam de ideia.. pimenta nos olhos dos outros é refresco.. lamentavel.”

Bem, eu não sou especialista no assunto e não sei dizer se energia eólica sai mais barato do que uma usina hidrelétrica, mas pelo custo aventado, arrisco a dizer que sim.

Fico me perguntando: será mesmo que as famílias removidas da região terão casas e uma nova oportunidade de vida ... ? Será mesmo que precisamos desconfiar de pessoas só porque são atores da Globo?

Certa vez, numa viagem de ônibus, a pessoa sentada ao meu lado era um engenheiro que comentou comigo que o maior erro que os governos cometiam, em se tratando de usinas hidrelétricas, era construírem mega usinas (na época Itaipu). Disse ele que toda grande represa destruía muito o ecossistema e que no nosso país, abundante em rios, o ideal era se fazer pequenas barragens fornecendo energia segmentada para as populações próximas. Algo perfeitamente factível em nosso país.

Isso, parece-me, nunca foi posto em prática, provavelmente porque uma pequena usina não gera lucro suficiente (mega lucro) para as construtoras.

De tudo o que já li e ouvi de especialistas, energia eólica e solar não são as melhores soluções, seja pelos custos, seja pelo condicionamento aos caprichos da natureza. Portanto, enquanto não descobrem a energia ideal creio ser uma boa solução, nos países ricos hidrograficamente, as pequenas barragens.

Então, gente, antes de sair condenando ou enaltecendo Belo Monte, vamos nos informar mesmo (não apenas em uma só fonte) sobre as verdades e mentiras sobre o assunto. Isto é desenvolver a consciência e ... deixar de ser o papagaio do pirata. rsrs

Deixo-os com um comentário de muito bom senso que encontrei no meio do besteirol:

“Sem um meio ambiente sustentável, nada é mais importante! Já ouviram falar em desastres ecológicos? Quanto maior a intervenção, maior a reação!!!”

É isso aí.

Imagem: viagem.uol.com.br

Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

8 comentários:

Beth Muniz disse...

Bela análise.
O vídeo em questão é imitação grosseira do que foi produzido pelos americanos.
Apenas não foi declarado o interesse deles nesta história.
Mistério...
Compartilhado.
Beijo.

Valéria Mello disse...

Sabe o que penso? É que a maioria das pessoas que tecem comentário "na maré". Antes de se posicionarem, vão no imediatismo,no fácil, no que o abaixo ou acima, achou. Isto aconteceu comigo e mais ainda, com uma família apelidada de "macaco" que tive a honra de trazer sua história para o Amores no Velho Chico.

Ás vezes, me irrito, noutras fico pensando no dia em que, crescidas, precisarem tomar uma posição por si.

Quanto aos comentários, aos achismo da maré, às não ideias concebidas, mas pre concebidas, só me resta seguir em frente. E se, de frente, encontrar algum papagaio de pirata, não serei omissa, mas vou apontar pela pontinha do dedo uma luz no fim do túnel chamada consciência.

Não desista.

Atena disse...

Beth:
Você é como eu, sempre com um pé atrás. rsrs
Nós, massa ignara, (menos um pouquinho que os demais rsrs) jamais temos condições de saber tudo o que rola nos bastidores. Então é melhor ficar de boca fechada pra não falar bobagem, nem apoiar quem ou o que não merece. Eu penso assim.
beijos

Atena disse...

Val:
Cara amiga, obrigada pelo apoio.
É isso, só nos resta apontar o caminho. Mas que é árduo, é! rsrs
Depois que a web tomou conta das multidões, o achismo virou mania. Aff!
Mas,... vamo que vamo.
beijos

Luísa L. disse...

Oi Atena,

De facto é uma pena as pessoas falarem só por falar... triste mesmo.

Pessoalmente sou a favor do progresso e sem dúvida que uma barragem é uma fonte de energia muito mais eficaz que os moinhos de vento (eólica), mas digo-te que o desalojamento é uma desolação.

Sei disso porque aqui há uns anos, uma família minha conhecida, em situação idêntica (Barragem do Alqueva), foi realojada, sem dúvida em melhores condições logísticas, mas, ainda hoje, se sente completamente estrangeira na sua terra. É que as suas raízes ficaram lá, debaixo de água...

Abraços!

Atena disse...

Cara Luisa:
Realmente, é triste o achismo ou repetição feito papagaio. O nosso povo ainda precisa de muita cultura e também de consciência.
O que você falou do desalojamento é um fato e acho que aí em sua terra as pessoas podem ter ficado bem realocadas, mas aqui tenho minhas dúvidas.
abraços

Anônimo disse...

Hello there, just became aware of your blog through Google, and found that it's truly informative. I'm gonna watch out for brussels.
I will be grateful if you continue this in future.
Many people will be benefited from your writing. Cheers!
Feel free to surf my web page ... largest online casino

Atena disse...

Anônimo:
Thanks. Be welcome.