"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

sexta-feira, 15 de março de 2013

Os malefícios da Bíblia

menonitas

Após assistir a um documentário no NatGeo sobre os menonitas que vivem na Bolívia, julguei que precisava tratar do tema aqui já que o objetivo deste blog é expandir consciências.

Fiquei de boca aberta durante a maior parte do documentário, recusando-me a crer que nos dias atuais tanta ignorância ainda se mantenha.

Os menonitas são um grupo de denominações cristãs que descende diretamente do movimento anabatista que surgiu na Europa no século XVI, na mesma época da Reforma. Tem o seu nome derivado do teólogo frísio Menno Simons”. (Wikipédia)

O documentário mostra principalmente os costumes de uma colônia ultraconservadora localizada em Manitoba, lado oriental da Bolívia. Vejamos então alguns fatos:

Os integrantes dessa colônia menonita não usam eletricidade ou asfaltamento de ruas. Dedicam-se à agricultura, sendo este, pelo que entendi, seu único modo de subsistência.

Seus membros não podem ouvir música, portanto não podem possuir rádios ou qualquer outro aparelho de reprodução, o que, aliás, também fica difícil já que não possuem eletricidade.

A única música que existe, durante os cultos religiosos, é a entoação de seus hinos, mas sem a participação de qualquer instrumento musical, que também são proibidos.

Não podem possuir telefones, celulares ou computadores (este, segundo eles, consta da bíblia como proibitivo), ou seja, nada de tecnologia entra na colônia. Podem andar de carro, mas é proibida a direção ou posse de algum. Sua locomoção é através de charretes ou carroças movidas à tração animal (pelo jeito fazer um animal de escravo é permitido pela bíblia).

Todos eles falam alemão (língua do país de origem). Às meninas não é estimulado o aprendizado do espanhol, mas os meninos podem aprendê-lo (precisarão para depois poder vender sua colheita nas cidades vizinhas).

Na escola (localizada dentro da colônia) não é ensinado geografia, ciências e outras matérias comumente curriculares em escolas normais. Ou seja, eles não têm nenhum preparo para poder seguir estudos avançados.

Qualquer membro que não se adeque às regras da colônia ou religião é excomungado e não poderá mais ter contato com os outros membros da comunidade, mesmo que sejam familiares.

Tudo isso não é deixar a gente de boca aberta ou cabelo em pé?

Agora vamos ao que determina tal tipo de vida nos moldes da Historia Antiga? A famosa bíblia.

Os pastores ou ministros da religião são os ditadores das regras, segundo eles, encontradas na bíblia. Parêntese: os pastores são todos abastados, enquanto que membros da colônia que estejam desgostosos com os costumes não podem se afastar da mesma por não possuírem dinheiro suficiente para tal.

Os menonitas, como outras denominações religiosas, se dizem cristãos, mas o que menos seguem é ao Cristo. Seguem sim o Antigo Testamento que é a religião dos judeus.

Jesus, segundo a própria bíblia, teria dito repudiando a tradição dos anciãos: “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim (Marcos 7:6) e em vão me adoram ensinando doutrinas que são preceitos de homens (Marcos 7:7).

Eis o malefício da bíblia quando lida e seguida por pessoas ignorantes: voltam a viver como nos tempos antigos. Há outros exemplos além dos menonitas como os amish (também oriundos dos anabatistas), os judeus hassídicos e os mais conhecidos, as testemunhas de Jeová. Quando digo ignorantes não estou usando o termo pejorativamente e sim no sentido de ignorar outras verdades, outras ideias, filosofias, etc.

O apego aos ensinamentos bíblicos do Antigo Testamento apresenta outro ponto negativo que é a repressão do instinto sexual. Daí ser bem comum no meio cristão, tanto católico quanto evangélico, o costume do estupro e pedofilia. Nessa mesma colônia retratada no documentário houve em 2011 a prisão de 7 integrantes da comunidade e que foram condenados pelo estupro de mais de 100 mulheres.http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2011/08/110826_bolivia_estupros_rp.shtml

Sei perfeitamente que há “cristãos” mais de acordo com os novos tempos, como os católicos e boa parte dos evangélicos, mas mesmo esses, por causa de sua incondicional crença na bíblia, se mostram em grande parte preconceituosos e até fundamentalistas fanáticos. Temos em nosso país exemplos bem conhecidos que aparecem na televisão e agora até no nosso legislativo.

O Antigo Testamento não pode servir de exemplo a ser seguido por ninguém, pois está permeado de atitudes vis e criminosas como incesto, escravidão e assassinatos em massa, inclusive de crianças. É um texto que se presta brilhantemente para que ministros de igrejas continuem manipulando e exercendo poder sobre suas “ovelhas” (este termo tão usado por eles já diz exatamente o que são os seguidores das religiões cristãs). Veja aqui: http://expandiraconsciencia.blogspot.com/2012/03/mentalidade-de-rebanho-explicada.html

É, há muito caminho pela frente para que haja mais expansão de consciência neste planeta...

Imagem: http://de-avanzada.blogspot.com

Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

22 comentários:

Luciana disse...

Nossa!! nesse caso o fanatismo foi levado a um nível extremo já!!

Não consigo entender como algumas coisas não são questionadas , como por exemplo:

Não podem possuir telefones, celulares ou computadores (este, segundo eles, consta da bíblia como proibitivo), ou seja, nada de tecnologia entra na colônia

Como é que a bíblia pode proibir celulares e computadores se na época que foi feita essas coisas nem existiam???

Não acho tão dificil chegar a esse questionamento.. mas enfim fanatismo é isso..

Jeferson Fabiano disse...

"Eis o malefício da bíblia quando lida e seguida por pessoas ignorantes: voltam a viver como nos tempos antigos."

A Bíblia em si é moderna, Benéfica dinâmica e atualizada.. As distorções que fazem dela e as interpretações é que se tornam absurda.

Eis aqui três provas que a Bíblia é atualizada e benéfica:

As Leis de preservação do Meio Ambiente para uma vida saudavel

acesse
http://jefersonfabiano.dihitt.com.br/n/meio-ambiente/2013/03/12/deus-em-defesa-do-meio-ambiente-o-meio-ambiente-e-a-lei-de-moises--parte-ii-1

A Bíblia ensina a amar e perdoa, exatamente o que as pessoas inteligente devem fazer

para evitar problemas cardíacos e guerras...

A Bíblia que a terra é redonda antes da Ciência declarar como certa.

Deus dá incentivo para as pessoas evoluírem no conhecimento e avançarem no tempo

O meu povo perece por falta de conhecimento. Oséas 4:6

Gabriel Correia disse...

Olá Atena, concordo de maneira geral com suas palavras mas fica sempre uma desconfiança que você é adversaria da bíblia, da religião cristã ou judaica. Não existe no mundo escritura sagrada que nos seja totalmente compreensível.Todo escrito sagrado antigo é uma especie de mensagem cifrada e é dever de quem segue cuidar constantemente que esteja em acordo com os verdadeiros preceitos. Quem garante que as incongruências bíblicas não são uma especie de prova. Jeová é chegado a isso. Portanto é interesse primeiramente de quem se denomina cristão aplicar os seus precitos com muito cautela. Eu vou muito por ai, tenho muito cuidado de não usar minha fé como instrumento de ódio. Se estiver escrito odeie,eu não odeio por que no fim não faz sentido com o corpo inteiro da mensagem. É prova de Deus. Pelo que me consta, Ele fez isso com ninguém mais do que o patriarca Abraão. Porque não pode fazer comiguinho? A essência de TODA religião é o bem. Não se questiona religião. É bem mais produtivo e objetivo questionar o homem em seu engano. Deixando bem claro, que isso independe de religião.
Um abraço.

Atena disse...

Luciana:
Pois é, cada uma, né? rsrs
No programa eles explicam porque o computador é proibido, mas não lembro exatamente das palavras. Dizem que a bíblia fala em uma máquina e sei lá mais o que...
enfim, coisas de fanáticos e ignorantes.
Beijos, Florzinha

Atena disse...

Jeferson:
Como dá pra perceber que você é um fã da bíblia, não vou perder meu tempo tentando argumentar.
Cada um se esclarece e acorda no devido tempo, o seu chegará um dia, talvez em outra encarnação.
Se você faz bom uso da bíblia, já é um alento.
Obrigada pela visita.

Atena disse...

Sim, Gabriel, sou contrária a qualquer religião porque foram criadas para que alguns exerçam o domínio sobre muitos.
Embora a essência das religiões não seja o bem, sei perfeitamente que muitos religiosos são bem intencionados. Parece que você é um exemplo.
Jeová foi qualquer coisa, menos o Criador de tudo que existe. Eu desconfio que ele foi um ET, mas isso é outra história. rsrs
Algo que me chama muito a atenção nas religiões cristãs é que não seguem os ensinamentos de Jesus que veio dar um exemplo de amor, compreensão, tolerância e compaixão; ao invés disso ficam se apegando aos ensinamentos do Antigo Testamento que são rancorosos, punitivos, criminosos (mortandade de crianças) e totalmente em desacordo com os novos tempos. Serviam para aquela época, não para hoje.
Claro que muita coisa na bíblia deve ser interpretada, mas as mortandades em nome do “senhor” são bem explícitas.
Não precisamos de religião para estar em contato com a Divindade, este é o ponto.
Obrigada pela visita e abraços

Electrical Cord disse...

Que Deus abençoe a todos nós. Você está realmente trabalhando bem e estou impressionado com seu trabalho.

Beth Muniz disse...

Oi minha querida Atena,
Eu também assisti ao documentário. Fiquei meio desnorteada, meio injuriada...
Tudo bem: respeito (e muito) a fé alheia. É minha obrigação de cidadã.
Mas, ignorância, alienação, extremismo e outros derivados, não dá para aceitar e conviver.
Pobre humanidade, que em nome de um deus pratica atos bárbaros, contra o crescimento e evolução espiritual da comunidade.
Creio que em algumas situações, fanáticos (de qualquer religião) usam à fé como biombo para esconder o verdadeiro caráter nazi-fascista, pedófilo, machista, discriminatório e ganancioso, dos atos que praticam.

E não devemos nos esquecer que a Bíblia é um grande romance, onde em cada capítulo o autor deu o desfecho que desejou.

Enfim: Um único livro, suas versões, e derivadas interpretações.

Beijo Mestra.

Jefferson disse...

Olá Atena,

Estou sempre me atualizando com as postagens do seu Blog. Muito obrigado por nos auxiliar a "expandir nossa consciência".

Concordo plenamente com o texto. Concordo mais ainda com o seguinte trecho dos seus comentários: "Não precisamos de religião para estar em contato com a Divindade, este é o ponto."

Religião é diferente de religiosidade não é mesmo?

Grande abraço,

Jefferson P. Lemos - Brasília/DF

Atena disse...

Olá, Electrical:
Obrigada por suas palavras. Seja sempre bem vindo.

Atena disse...

Bety:
Pois é, fé é uma coisa, ignorância e fanatismo são outras.
Infelizmente, em pleno século 21 ainda existem pessoas como esses menonitas, amish e outros. Se eu não tivesse visto o documentário e alguém me contasse, eu não acreditaria.
Estou observando um crescimento muito perigoso, aqui no Brasil, de pessoas fanáticas e que querem impor suas crenças a todos. Se ninguém tomar uma providência, o país virará uma teocracia. Cruz credo!
beijos e obrigada pela presença

Atena disse...

Oi, Jefferson, prazer em tê-lo como leitor.
Eu diria que religião é diferente de espiritualidade. Postei a respeito aqui:http://expandiraconsciencia.blogspot.com.br/2011/01/diferencas-entre-religiao-e.html

Obrigada pela presença e abraços

Cyro Passos disse...

Olá Atena...
Por uma "obra do acaso" vim a conhecer seu blog pois estava pesquisando no google sobre o livro A Profecia Celestina que tinha acabado de ler.
Nos últimos dias tenho lido sobre todos os assuntos no teu blog e concordo com tudo...muito bom!Tenho aprendido muito!!!
Espero um dia me formar em Psicologia e poder juntar tudo isso e assim ajudar melhor as pessoas pois não é só o físico que comanda e sim também o espiritual ou até mesmo a consciência né?hehe
Ganhou um fã!
Abraços!

Blogueiros do Brasil disse...

Orgulhosamente programei uma 'chamada' para este ótimo artigo no site agregador de conteúdo dos Blogueiros do Brasil (( http://omelhordos.blogueirosdobrasil.com/ )).

Será publicado em 21/03/2013 , no decorrer do dia.

IMPORTANTE : As visitas aparecerão no
Google Analytics e em outras ferramentas
similares como originadas na URL
http://ads.tt/ .


Abraços cordiais.

Atena disse...

Cyro:
Que maravilha um futuro colega que já tem essa consciência. Parabéns.
Fico contente por estar lhe ajudando e tendo qualquer dúvida é só colocar no comentário.
Seja sempre bem vindo e abraços

Atena disse...

Tiozão:
Obrigada mais uma vez.
abraços

Eduardo Medeiros disse...

também acho que o título foi mal colocado..rsss

a bíblia em si não traz malefícios algum, mas uma determinada interpretação dela, sim.

eu não teria nada contra um grupo que quisesse viver isolado do nosso mundo tecnológico (eu mesmo às vezes quero isso..rss). pelo que sei, os menonitas são pessoas simples, que gostam de viver à moda antiga. não vejo nenhum mal nisso.

mas com certeza, uma interpretação equivocada de textos bíblicos podem causar estragos emocionais e psíquicos.

o curioso é que os cristãos não seguem o antigo testamento e sim, o novo, que é bem diferente e pretende ser um tipo de "evolução" e cumprimento do antigo, mas na prática, muitos continuam pensando com a cabeça do antigo...

Existe muita coisa boa no AT e existem coisas que foram temporais, que serviram para uma sociedade de 3 mil anos e que se observados hoje, seria ridículo. os cabalistas, judeus místicos, dizem que só imbecis leem a Torá literalmente...

eu concordo com você que as religiões são muito boas em dominar, mas discordo que a essência das religiões seja má. a essência do cristianismo não tem nada de mal.

beijos

Atena disse...

Oi, Edu:
Vamos separar as coisas: o cristianismo, como filosofia de vida, é muito benéfico porque a mensagem de Jesus é de amor, tolerância, etc. Já o cristianismo como religião é ruim porque toda religião é ruim na medida em que se presta para dominação, incute medo nas pessoas, diminui a autoestima e cria separações entre os seguidores de cada uma.
Você é um cara culto, sabe dos males e guerras provocados pelas religiões cristãs, então por que continua a defender tais religiões?
Eu entendo que uma grande maioria precisa se vincular a alguma religião por “n” motivos, muitos dos quais Freud explica. rsrs Contudo isso é comprovação da falta de consciência mais expandida que ainda impera no planeta.
As pessoas que começam a pensar com a própria cabeça deixam as religiões , mas o ranço continua inrustido. Tenho uma amiga que é uma baita xamã, esclarecidíssima e que ainda chama o Criador de Pai, entre outras coisas bem de ex crente que ela faz ou diz.
Se você assistir ao documentário sobre os menonitas, irá perceber que o mal não está em viverem à moda antiga apenas, mas cercearem a liberdade de seus menbros.
Quanto ao título, foi apenas como figura de retórica marketeira. rsrs
Beijos e obrigada pela visita

Anônimo disse...

Parabéns pelo teu comentário.Exemplificou perfeitamente o que seja cristianismo na acepsão da palavra,sem fundamentalismos com dogmas ultrapassados ,amor incondicional e liberdade de ser reralmente o que sempre fomos e sempre seremos-- seres divinos por natureza. Emerson

Atena disse...

Emerson:
Tem toda a razão, somos seres divinos, mas as religiões se encarregaram de excluir isso do nosso conhecimento. É pena, fazer o quê?
Obrigada pela visita e seja sempre bem vindo

Anônimo disse...

A bíblia é a palavra viva de Deus, e jamais poderá ser dito que a mesma possa cousar algum tipo de mal a humanidade, a quem quer que seja, a palavra de Deus é e sempre será perfeita e eterna e pessoas não entendidas, sem conhecimento de causa começam a expor suas opiniões maldosas e sem mesmo entender o mal que estão proporcionado a se mesma,cuidado meus queridos. Assim diz a palavra de Deus, a Bíblia sagrada, conhecereis a verdade e a verdade vos libertará, e ainda em outro versículo diz que com a medida que julgar sereis julgados, e a Bíblia que é apalavra viva de Deus repito nunca mente.

Atena disse...

Anõnimo;
sinto dó de você por estar tão condicionado a acreditar que a bíblia é palavra de deus. É um livro que foi escrito por homens, com todas as imperfeições que o ser humano tem. Acorde!