"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

quarta-feira, 27 de julho de 2011

O Ego Negativo

drama2

É assim que chamo um dos nossos aspectos, uma parte nossa que parece ter prazer em nos botar pra baixo, em fazer  acontecer conosco coisas desagradáveis (quando não são realmente desastrosas).

Você fez uma escolha ou tomou uma decisão ”errada”? Foi seu Ego Negativo o mandante. Tudo anda perfeito em sua vida, no trabalho, nos amores, etc. e de repente você quebra uma perna num simples tombo que levou? Pode colocar na conta do seu Ego Negativo, foi ele que o sabotou. Ele detesta nos ver bem.

O ser humano é constantemente sabotado pelo Ego Negativo, seja quando a mulher que não podendo mesmo engravidar agora, “esqueceu” (?) de tomar a pílula ou quando o executivo, dirigindo seu carro para ir a uma reunião importante, tem um momento de “bobeira” (?) e bate no carro da frente.

Às vezes são “esquecimentos”, outras vezes pequenos, ou grandes, “acidentes” que tiram nossa paz ou bem estar.

O Ego Negativo também costuma detonar nossa autoestima. Na forma de uma “vozinha” interna nos chama de gordos, feios ou enrugados quando estamos na frente do espelho. Ele não poupa nada, desde uma pequeníssima ruga no rosto até um mísero quilinho que acumulou na cintura. Aff!

Agora, ainda pior que esculhambar a nossa forma física é quando ataca nossas fragilidades psíquicas. Você é tímido e hoje precisa ler em voz alta, perante a classe, um trabalho seu de escola? Você ouve uma vozinha interna dizendo: “não vou conseguir, vou começar a gaguejar”, ou algo parecido.

Está perdido de amores pela vizinha do sétimo andar, que volta e meia encontra no elevador, e já planejou a abordagem nos mínimos detalhes? Não se surpreenda se no momento X você derruba no chão a caixa de ovos que carregava, fazendo a maior lambuzeira no chão e tornando impossível abrir a boca para sequer dizer um oi para a sua deslumbrante Venus.

É, essas coisas acontecem demais da conta e nos deixam vexados, furiosos ou completamente deprimidos, dependendo da situação.

Todos temos essa praguinha dentro de nós e não adianta brigar com ela, só vai torná-la mais forte. O que fazer então para, pelo menos, minimizar os estragos causados pelo nosso Ego Negativo?

Eu venho batendo nesta tecla desde que iniciei o blog: autoconhecimento. Tem n vantagens e é o caminho para resolver muitas coisas que atrapalham nossa vida.

O autoconhecimento começa prestando atenção nos pensamentos. A cabeça do ser humano pode ser comparada a uma paisagem pós tufão ou tornado: caos total, não existe nada tão imponderável quanto. Mesmo a de pessoas assim chamadas normais e controladas.

Passamos a totalidade das nossas horas de vigília tendo pensamentos e a regra geral é não prestarmos atenção neles. É por isso que volta e meia o bicho pega. rsrs

Eu sei que é meio chato e exige esforço consciente prestar atenção nos pensamentos, mas é assim que se começa a ter controle sobre si mesmo e sobre a própria vida ao invés de ser um joguete das Parcas.

Depois de certo tempo, atentando para o que pensamos, começamos a nos dar conta da vozinha maldosa de nosso Ego Negativo. Só essa conscientização já vai fazer diminuir a freqüência com que o mesmo se manifesta (porque agora ele foi flagrado), depois, a cada vez que ele se manifestar, é só não se submeter, não aceitar o que ele diz.

Bem, não é tão simples assim porque você precisa ter um bom nível de autoestima, mas pelo menos já é um começo para o autoconhecimento e a autodeterminação que o mesmo traz.

Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

16 comentários:

Anônimo disse...

olá adorei seu blog, aproveito para convidar para conhecer o meu http://thaiyogaup.wordpress.com
tudo de bom!
namaste!

Atena disse...

Olá Gabriela:
Que bom que gostou. Volte sempre que quiser.
Já retribuí sua visita e gostei também do que li.
abraços

Jackie Freitas disse...

Oi minha querida!
Ontem tive a oportunidade de ler um texto ótimo sobre o quanto nos sabotamos e com isso perdemos oportunidades diversas. Não tinha conhecimento dessa questão do ego negativo e realmente faz muito sentido! Concordo com você que quanto mais desenvolvemos o autoconhecimento, mais temos condições de controlar e dominar nossas emoções, não permitindo que elas nos levem apenas às profundezas... Não sei por que temos essa tendência de enxergarmos ou potencializarmos o pior em tudo e deixar que essa visão nos norteie ao longo da vida! É a tal da sabotagem mesmo e somos nós os maiores responsáveis por isso!
Esses dias tenho exercitado algo que, para mim, já é uma enorme evolução...rsrs... quando ocorre algo que antigamente eu soltaria um palavrão...rsrs... já me antecipo e respondo: "eu não vou xingar e você não irá me tirar do sério! Vou continuar serena...".
Claro que isso não é fácil, mas tem rendido ótimos resultados em minha vida!
Grande beijo, querida, e parabéns pelo ótimo texto! Acrescentou-me muito mesmo!
Jackie

Atena disse...

Jackie:
Só posso parabenizá-la por sua atitude. Escolheu ter controle e paz de espírito. Verá, com o passar do tempo, que foi uma escolha muito sábia.
Agora comece a observar seu Ego Negativo e sua vida irá melhorar mais ainda.
O autoconhecimento e o controle das emoções não é uma tarefa fácil, mas como é recompensadora!
Obrigada pela visita e beijos

MARIANGELA BARRETO disse...

Oi Atena,

adorei tua postagem sobre este famigerado ego negativo...

Esta sabotagem interior atrapalha bastante a nossa vida.. e o caos mental exige realmente grande esforço para ser "administrado" como vc deixa muito claro.

Concordo cem por cento com sua"receita"Autoconhecimento é a ferramenta,para dar um flagra radical e desmascar a "vozinha maldosa"..não é fácil mas com determinação, e muita persistência a gente consegue obter o controle, passo a passo!!!

grande abraço
Mariangela

Mauricio disse...

oi grande Deusa!

seu post veio na hora certa!

muito obrigado!

Marcos Soares disse...

Muito Bom, não sei se alguem ja leu, mas recomendo para quem se interessar a leitura dos livros do Dr. Joshua David Stone(Psicólogo Transpessoal), ele fala com maestria sobre essa questão do ego-negativo, sobre como ele é ardiloso podendo até mesmo parecer ser "espiritual".

Que a luz, o amor e o poder restaurem o plano na terra!

Monika Soarez (Momô) disse...

Adorei a com que escreve. Muito sincero!
Obrigada!

Atena disse...

Mariangela:
Tem toda razão, determinação e persistência são o indicado. Dá trabalho, mas vale a pena. O ego negativo pode acabar com uma pessoa, até literalmente.
Obrigada por sua visita e participação.
abraços

Atena disse...

Mauricio:
Que bom que pude ajudá-lo, este é o principal objetivo do blog.
Obrigada pela visita e abraços

Atena disse...

Marcos:
Já li um livro do Joshua, mas não falava sobre este assunto. Você poderia informar o título?
Sim, o ego negativo pode assumir muitos disfarces, é assim que ele nos engana direitinho.
Obrigada pela participação e abraços

Atena disse...

Monika:
Seja bem vinda e volte sempre que quiser.
Se tiver questões, pode perguntar também.
abraços

Cidadão Araçatuba disse...

Adorei, ótimo, sabia que a culpa não era minha, rs...
Agora é que ele vai funcionar mesmo!
Muitas situações que você citou eu já vivi,a do ovo foi quase igual,rs... e hoje (um pouquinho amadurecido, só um pouquinho viu!) consegui enxergar quem era o culpado.
Tento Atena, juro que tento, mas vez ou outra me vejo fazendo cag... e sei que o principal culpado soy jo! Mas tecnicamente explicado foi esclarecedor.
Grande Abraço, bom final de semana!

Atena disse...

Cidadão:
A gargalhada saiu solta ao ler sua primeira frase. rsrs
Este blog seria muto sem graça sem meus leitores. rsrs
Agora que você já sabe como é que funciona a coisa, mãos à obra e trate de assumir o comando desse ego negativo, viu?
abração

Anônimo disse...

Olá !
Gostaria de agradecer ao Blog, pois foi muito esclarecedor...
A linguagem de fácil entendimento ajuda e muito as pessoas para trabalharem o EGO NEGATIVO.
Abraços

Atena disse...

Anônimo:
Seu aproveitamento da leitura já é o suficiente para mim sem precisar de agradecimentos.
Seja bem vindo/a e volte sempre.
abraços