"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Já abraçou alguém hoje?

abraço1

Vivemos numa época de muitas carências e poucos abraços.

Se você ligar a televisão encontra a toda hora programas abordando o assunto: solidão atual das pessoas e suas carências.

Época de estresses e depressão. Época de individualismo e egocentrismo.

O ser humano é gregário por natureza, as exceções fogem à regra e, muitas vezes, à normalidade de “cuca”, rsrs

Sendo gregárias, por que atualmente as pessoas andam tão solitárias? Vejo algumas razões:

1 – paranóia despertada pela violência;

2 – falta de tempo causada pelo consumismo excessivo (há que se trabalhar mais para poder gastar mais);

3 – vício da internet ou de vídeo games;

4 – medo dos sentimentos (defesa para não sofrer depois);

5 – alguns: superficialidade (defesa ou cabeça ôca mesmo);

6 – culto ao imediatismo (com vários motivos);

Enfim, por aí vai ...

Estão faltando abraços, aqueles de verdade, não o abraço puramente social, onde muitas vezes você nota a “obrigatoriedade” do cumprimento: postura rígida, braços rígidos, evitando-se o contato dos corpos. Aff! Abraço assim é melhor não receber!

Estou falando daquele abraço onde você se encontra envolvido, onde o corpo amolece, você até suspira, quando dá vontade de não terminar o abraço. Esse é dos bons!

Sempre achei estranho as pessoas valorizarem tanto, almejarem tanto uma relação sexual em vez de um simples, amigo e terno abraço. Nada contra o sexo, que é bom mesmo, mas que, salvo honrosas exceções, não une tanto duas pessoas como um verdadeiro abraço.

O sexo, mesmo entre os que se amam, é a união de dois corpos (a ação dos hormônios mascara ou até evita o afloramento dos sentimentos), já o abraço é a união de dois seres conscientes e sencientes.

abraço4 Existe o abraço de mãe no seu filho, que quando este é pequeno, é protetor até a última gota. Quando o filho já cresceu é um misto de proteção com uma pitada de: o que poderei fazer para evitar que você faça mais bobagens? Segurá-lo para sempre em meus braços?

Um abraço muito gostoso é aquele do reencontro com um ser querido. Quanto mais tempo esteve distante, mais forte e prolongado é o abraço. Não é? Eu acho.

O abraço do adeus. Ah, esse dói! Mas ao mesmo tempo sentimos que mesmo doendo ele é imprescindível! É aquele abraço onde, quando os corpos se separam, os braços continuam estendidos em busca do outro, querendo partir com ele. Boa parte das vezes é acompanhado por lágrimas. snif snif

abraço2 Há o abraço do consolo. Esse eu adoro. Na hora em que você está realmente na m..., com vontade de sumir num buraco ou, quem sabe, explodir o mundo, muito melhor do que palavras (que não consolam mesmo) é um terno e amigo abraço. Ele diz tudo da empatia do outro.

abraço3 Por último: o abraço do parceiro/a amado/a. Sem conotação erótica, só transmitindo o sentimento do amor. Esse é demais!!!

Será que consegui convencer vocês do valor do abraço?

Abraço é tão bom que até Terapia do Abraço já existe. Acho que vou procurar se existe em minha cidade e participar. rsrs

Pessoinhas queridas, não se deixem contaminar pela “loucura” dos dias atuais. Lembrem que todo ser humano (salvo os sociopatas) é carente de amor em alguma medida – e ficaria feliz em receber um abraço. Soltem sua criança interna e comecem a abraçar, de verdade!

Assistam ao vídeo abaixo e divirtam-se. Notem o sorriso das pessoas ...


Meu virtual forte abraço para todos.

Imagens: janelas.blogs.sapo.pt, postais.net, suzanaleite.wordpress.com, eulamattos.blogspot.com, mundodaneusinhabrotto.blogspot.com

Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

17 comentários:

Apaixonados disse...

Atena!

Eu realmente gosto muito do abraço da Thai! *-*
É tão bom... lembro da primeira vez que a abracei até hoje! Ficamos uns 2 a 3 minutos abraçados!
rrsrsrsr

Concordo com o o fato de que o abraço tem forte valor numa sociedade que vem adoecendo pela solidão.

Renato Russo uma vez disse: "Digam o que dizerem, o mal do século é a solidão"...

Abraços e muito abraços!

Tom

Atena disse...

Ô Tom, só do abraço da Thai que você gosta, e os outros? rsrs
Brincadeirinha.
Já o conheço um pouco pra saber que você valoriza os outros também.
Vamos abraçar muuuuito. rsrs

sissi . disse...

Ola,
adorei tudo!!!
Obrigada.
Paz e Luz.

sissi . disse...

ahh abraçãoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

Atena disse...

Abração procê também, Sissi.
rsrsrsrs

Anônimo disse...

A realidade não é assim, quando o filho cresce ele não quer mais abraço isto é muito mico. Depois de 23 anos de casados um não quer abraçar o outro.A vida muda, as relações mudam. Que bom que voces ainda estão na fase do encantamento, aproveitem que passa rápido.

Atena disse...

Anônimo:
A realidade é a gente que faz, a cada dia, com as nossas escolhas.
Que pena que está faltando abraços em sua vida, mas nunca é tarde para mudar.
Um forte abraço virtual pra você.

-*Vera Luz*- disse...

Olá Minha Amiga Atena!

Que bom estar aqui para participar deste momento que se fala em abraço, da percepção do outro, onde tudo se transforma em nossa vida, quando renovamos o bem em nosso interior dando um abraço bem gostoso nas pessoas, nos seres humanos, pela vida viva que pulsa em nosso interior! É uma satisfação participar por aqui nesta envolvente energia do abraço!

Um abraço minha amiga iluminado!
"Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

Eduardo Medeiros disse...

atena, adorei esse texto sobre o abraço. abraçoterapia já!!!!!!

também concordo que a realidade somos nós que fazemos. meus pais tem 45 anos de casados e ainda hoje se abraçam muito. na verdade, é meu pai que mais abraça, já que minha mãe está com alzaiheimer e seus sentimentos estão embolados. mas o abraço faz muito bem a ela.

falando nisso, um abraço apertado prá você.

Atena disse...

Verinha:
Você não existe. rsrs
Falando sério: nada melhor que se envolver mesmo nessa energia do abraço. Faz bem ao emocional, à alma e à saúde física também.
Beijos e forte abraço pra você

Atena disse...

Edu:
Que bom que gostou. Com a vinda do pequerrucho você está numa situação privilegiada para dar apertados e carinhosos abraços, não é? (na mamãe dele tb. rsrs)
Fico penalizada quando sei de pessoas que estão sem carinho na vida. É muito triste mesmo., mas sempre se pode mudar isso.
Obrigada pela visita e abração no seu coração

Vera Alvarenga ... disse...

Olá Atena!
Você viu a lua ontem? Eu vi, e então senti mais vontade deste abraço que você comentou aqui, o abraço de corpo inteiro. Tem aquele quando você até faz um balancinho assim,de um lado para outro, bem devagar como abraço de ninar, sabe qual é,não?
Abraçar a pessoa com quem você vive, desta maneira pela manhã,desejando um bom dia, também é muito bom. Abraço, pra mim, é fundamental e muito mais importante do que aqueles beijinhos de "estalo".
Um abraço simples e calmo pra você e bom feriado! Vera.

Cidadão Araçatuba disse...

Conseguiu sim! O relacionamento humano tem ficado carente dessas relações "sem interesses" intensas mesmo (no sentido de amizade real!), Gostei!
Abração (de verdade!) Rs...

Atena disse...

Vera:
Adorei seu comentário. Até me vi abraçando-a ... com balancinho. rsrs
É bom mesmo, não é?
Bom feriado pra você também
beijos

Atena disse...

Cidadão:
Que bom que veio aqui ser abraçado. rsrs
Tenha um bom fim de semana e ...
abraços

Palavras & Histórias disse...

Pois é, uma abraço é sempre legal.

Quer saber como isto é real?

Perca alguém da sua família. Naquela hora, que nada te cabe, vem uma pessoa que vc gosta muito e nada diz, apenas te abraça. Não sara, mas descansa...

bjs

Atena disse...

Kitmel:
Pois é esse exatamente o que eu chamo de abraço de consolo, o que mais eu gosto. Ele diz tudo sem palavras, não é?
beijos