"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Eu Sou o que Sou

Eu Sou o que Sou
Este post é para responder a um comentário de um caro leitor. Já estive postando sobre este assunto, mas creio que não ficou bem claro para ele e talvez para outros também não.
Numa resposta a um comentário deste leitor eu me referi como sendo um ser evoluído e ele me respondeu dizendo que poderia ser arrogância ou infantilidade de minha parte e que “um ser evoluído não diria “eu sou evoluído”, pois quem diz “eu sou isso...” tem carência de provar alguma coisa...”.
Eis aí um exemplo típico da hipnose em que vivemos com nossas crenças limitantes e que nos impedem de manifestar toda a nossa magnificência e grandiosidade, pois somos Deus também.
O amigo leitor está simplesmente repetindo algo que já ouviu muitas vezes, todos nós já ouvimos. Tenho certeza que se eu tivesse dito: eu sou burra, ele não acharia que eu estava querendo provar alguma coisa. Concordam comigo?
Claro, há pessoas que não tem desconfiômetro e há muitas que se acham o rei ou rainha da cocada preta sem ter a mínima chance de o serem. Toda regra tem exceção.
As pessoas só o consideram inconveniente ou até arrogante se você manifesta uma característica positiva sua ou uma qualidade. Por quê? Porque é assim que fomos condicionados. É feio “contar vantagem”. Só que expressar o que sou ou quem eu sou não é contar vantagem e sim a expressão de algo que eu considero um fato. Por que não é taxado de feio as pessoas manifestarem seus defeitos? Ninguém reclama disso, não é?
Ah, é considerado ser franco e honesto ou talvez demonstração de humildade. Que hipocrisia! O pior é que a maioria sequer se dá conta disso, de tão acostumados que estamos a viver num mundo falso e hipócrita.
Humildade ... é um conceito que se presta a muitos mal entendidos. Os religiosos, então, acham o máximo da qualidade. Grande engano. Essa tão apregoada humildade só ajuda as pessoas a terem menos auto-estima. E novamente faz parte da hipocrisia reinante, pois os crentes se dizem humildes, mas ao mesmo tempo “donos” da verdade ao dizer que a sua religião é a única que salva ou, como anda muito em pauta ultimamente, dizer que os ateus não são boas pessoas. Que humildade é essa?
Ser humilde é: mesmo sabendo que somos Deus também, reconhecer que estamos aqui numa situação de ignorância porque estamos em corpos físicos com toda a gama de desvantagens que isso acarreta. Não é se sentir diminuído porque fulano tem curso superior e eu não ou beltrano é mais inteligente do que eu.
Já dei treinamento para operários analfabetos em chão de fábrica e ficava muito constrangida com a deferência com que me tratavam, pois para mim eles eram meus iguais como seres humanos, da mesma raça que eu. Minha falecida mãe tinha um ditado bem gauchesco que dizia: “quem muito se abaixa, o fiofó lhe aparece”. rsrs
A humanidade vem sendo condicionada há muito, muito tempo que é ruim e nascida em pecado. Assim fica difícil ter boa auto-estima e a prova disso está nos consultórios de psicólogos e psiquiatras.
Portanto, caros leitores, eu não me gabo de ser evoluída. Sou sim. Fiz por onde. É mérito meu. Ah, e também sou muito inteligente, empática e carismática (essa não é minha avaliação, eu já ouvi de várias pessoas). Com isso não estou dizendo que não há, pelo mundo, milhares ou milhões de pessoas mais evoluídas, inteligentes, empáticas ou carismáticas do que eu.
Quando a gente sabe Quem é e o Que se é não temos medo ou vergonha de dizê-lo.
Entenderam?
Isso é ter boa auto-estima. Sem hipocrisias. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs
Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

18 comentários:

Lucas Aureli disse...

Adorei, eu também estive dizendo algo semelhante há tempos atrás. Talvez você goste de ler. Peço licença para colocar o link aqui. http://blogs.abril.com.br/lucasaureli/2009/08/metafisica.html
Você escreve com muita fluência e autenticidade, fica muito gostoso de ler. Parabéns! Já está nos meus Favoritos. Abçs

Atena disse...

Lucas:
Obrigada pelo comentário e palavras gentis.
Vou visitar seu blog e já sei que vou gostar, pois só seu perfil, no item interesses, já me fez gargalhar.
Bom humor é fundamental!
abraços

Eduardo Medeiros disse...

Atena, você está enganada. Quem conhece o "amigo" sabe que ele faz questão de dizer que é inteligente, carismático e até revolucionário...kkkkkkkk eu acho que na verdade ele estava só te zuando.

Fora isso, gostei muito dos seus argumentos. Temos realmente uma incrível dificuldade de dizermos o que de fato somos. Deve ser mesmo a nossa herança católica da glorificação da mediocridade.

Por outro lado, creio que quando você diz para alguém "eu sou melhor que você" ela acaba negando que realmente seja se a intençao dela for a de humilhar o outro.

Como você disse, todos nós somos Deus. (seja lá o que isso signifique... :)

Gresder Sil disse...

Já que é assim então tá, segura ai!?

Eu mesmo sei que sou muito mais avançado em raciocínio e intuição do que todos os que eu leio, e eu vejo como cada um escreve pára escrever diferente de forma a mostrar meu talento superior prodigioso sobre meus amigos escritores.

Na verdade sei que estou na vanguarda da filosofia, levando de passa a passo a teologia a um fim lógico e coerente, com meus textos nas internet e meus livros escritos. Pois como prova da minha dianteira diante dos demais eu já tenho livro publicado e singularmente critico e ferino.

Sem contar que como homem eu sou um charme, vinte e nove anos de pura virilidade, sedutor, inteligente, gostoso, bem humorado e audacioso e, sobretudo bonito, um homem com cara de homem que atrai muito mais atenção das quarentonas bem resolvidas do que das de vinte que não entende p... nem uma da vida rsrs

Enfim eu sou a lenda rsrs

Nossa me libertei! Estou livre das amaras que me prendiam! Agora sou eu mesmo, sem medos, neuras e traumas, Nossa como este blog é libertador kkkkkkkkkkkk

vidarealdasam disse...

Olá querida e sábia Atena !!

Apoiadíssima !!
Não consigo entender porque temos que fingir ser menos do que somos, se lutamos tanto para crescer, adquirir aprendizado ou até mesmo uma melhor aparência física !
As pessoas vivem pregando que devemos ser humildes, mas nem sabem como fazê-lo de tão mergulhadas em sua hipocrisia !

Esta aqui é uma frase incrível que eu gosto muito :
"O que é a modéstia senão uma humildade hipócrita pela qual um homem pede perdão por ter as qualidades e os méritos que os outros não tem!"
Arthur Schopenhauer

Acredito que quem apedreja pessoas que não temem em alardear suas qualidades, só podem ser frustradas e ter uma auto estima pequena, talvez isso os ameace...
Gostei da citação da sua Mãe, fiz até um post uma vez sobre ele !! :)

Não deixe de brilhar e nem de mostrar ao mundo que você tem total consciência do que é e do que conquistou !

Grande beijoooo

Victinho disse...

Atena excelente post, realmente é preciso saber suas qualidades, usufruir disso e jamais se condicionar a uma opinião contrária. Muitas pessoas colocam limites em suas vidas e isso cria barreiras entre elas e uma possível evolução.
Entender sua capacidade é o primeiro passo do homem para conquistar sua evolução e consequentemente o sucesso.
Bjs,
Vitor.

Luciana disse...

Concordo com tudo o que vc falou!!

Apenas não acho que humildade seja a mesma coisa que se humilhar. è se ver como é , sem mais nem menos.

Dizer eu sou evoluido se a pessoa é não é falta de humildade é ver a realidade.

Dizer eu sou pessima. Não é humildade é auto depreciação.

Atena disse...

Edu e Gresder:
Agradeço ao Edu pela dica, o Gresder não me pega mais. Eu sei que sou ingênua, meus filhos vivem me cobrando ser mais "esperta". rsrs
Gresder: você me fez rir muito. Fico lisonjeada por meu blog ser tão libertador. Consegui descobrir rapidamente todas as suas qualidades, viu? rsrs

Atena disse...

Sam, Victinho e Luciana:
De você, Sam, eu não esperava nada diferente, pois é porreta pra caramba. Continue assim.
Victinho, já percebi pelos seus posts que você é um exemplo de bom senso. Ao chegar à minha idade já será um sábio de respeito.
Luciana: a cada dia percebo mais equilíbrio em você. Que bom!!!!!
Beijos a todos e obrigada pela presença e comentários.

BLOG RÁDIO disse...

Olá capital da Grécia, essa parada de hipnose não curto muito não,
passei para prestigiar sua postagem, pois com certeza agrada a muita gente,
abçs e tenha um dia abençoado,

MARIVAN

Maria Marçal disse...

Bom dia, amiga!
Bah! abrir o computador e ler sobre nossos "EUs"
é bem interessante. rsrs

Hoje na Zero Hora (jornal local) tem, na Coluna do memorável David Coimbra, algo que vem ao encontro de teus conceitos:

"..ouvi o psicanalista Cotardo Caligaris afirmar que não existe autoestima. Para ele, as pessoas se veem da forma como os outros as veem." e por aí vai...

Busquei esse parágrafo porque creio caber aqui.

No entanto, humildade, autoestima, valorização do Ego precisa vir acompanhada de bom senso. Necessita "espelho" na minha ótica.

E concluo dizendo que teu momento, tua análise sobre si própria ou de nós próprios nada mais é do que reflexo do que passamos aos que nos cercam, provocando atitudes como as citadas no belo texto.

beijos, Maria Marçal - Porto Alegre - RS

Jackie Freitas disse...

Olá Atena querida!
O que me entristece é a vida competitiva onde cada um quer mostrar-se melhor do que o outro! A competição de provar-se mais esperto e achar que assim se é mais evoluído...rsrs
Concordo contigo e, inclusive, venho afirmando que quando sabemos quem somos, o que queremos e onde queremos chegar, não precisamos dar explicações a mais ninguém! Nossa verdade tem que bastar...não para os outros, mas à nós! As pessoas têm mania de distorcerem todas as palavras e intenções alheias...acham que se sentem mais confortáveis, superiores e assim, mais "evoluídas" que o seu próximo.
No dia que compreenderem que "evolução" tem muito mais a ver em como nos aceitamos e como trabalhamos para sermos pessoas melhores dentro de nossas falhas e, também, acertos, passarão a buscar as suas próprias verdades e o seu próprio conhecimento.
Arrasou, como sempre, minha amiga!
Grande beijo,
Jackie

Atena disse...

Maria;
Em minha prática clínica ficou mais que comprovado que a auto-estima das pessoas é baixa. Mesmo aqueles que se dizem "superiores" nada mais estão fazendo do que usar uma máscara como mecanismo de defesa.
Obrigada pela visita e comentário.
beijos

Atena disse...

Marivan:
Quem é consciente da hipnose coletiva em que vivemos certamente não a curte mesmo.
Agradeço a visita e gentileza.
abraços

Atena disse...

Jackie lindona:
Considero a competição um dos grandes males da humanidade. Só serve para arrasar uns e falsamente glorificar outros.
Obrigada pela presença e prestigio ao blog.
beijos

Eduardo Medeiros disse...

Atena, o único problema do meu amigo Gresder é que em muitas coisas que ele acha que é, ele está profudamente autoenganado...por exemplo, achar que escreve melhor do que eu...kkkkkkkkkkk

Wanessa disse...

Boa noite Atena!É a primeira vez que leio o seu blog, na verdade estava navegando procurando um tema como o que você escreveu mas queria ler algo sensato e de bom tom e encontrei no seu texto as duas coisas. Ótima postagem.Estou no meu processo evolutivo e procuro ler cada vez mais, mas acima de tudo colocar em pratica aquilo que vou evoluindo e o que minha consciência vai filtrando e aprendendo.Mas cheguei a um certo ponto de me sentir tão diferente das pessoas que me cercam, sei que sou "diferente", mas só apos ler esta postagem "libertadora" é que percebo que sou uma pessoa evoluída.Realmente nós apegamos ao medo de achar que estamos querendo ser "superiores", e que precisamos ser "humildes", que nem percebemos que somos diferentes nos portamos diferentes, as pessoas falam o tempo todo comigo que sou "iluminada"e não faço esforço nenhum, ou não sinto peso nenhum nas ações que eu faço para ajudar as pessoas e minha comunidade estou sempre disposta a ajudar e com isso sinto que eu ganho muito mais, pois evoluo muito mais. Sou professora, voluntaria com a terceira idade, voluntaria com aulas de ballet para meninas,faço faculdade,em fim levo uma vida dividida entre o trabalho e o dever que sinto que posso de alguma forma pelo menos um pouquinho melhorar a vida de alguém que esta ao meu lado, e realmente me sinto abençoada por isso por esta tendo a oportunidade de fazer o bem de mudar uma vida.Ver o sorriso de uma criança feliz é gratificante e tudo que eu faço coloco amor.(Não sou cristã)então parece absurdo, mas pra mim poder ajudar ou fazer meus trabalhos dentro da comunidade nem falo sobre religião senão colocariam fogo em mim!rsrsrsrsrs faço o que faço sou o que sou porque quero nesta vida poder evoluir ao máximo e deixar pra trás uma vida dedicada a me torna uma pessoa melhor!Acredito que uma pessoa realmente evoluída, não são suas palavras mas os seus atos que fazem a diferença nesta terra."E a unica coisa que sei é que nada sei e que serei muito melhor amanha do que sou hoje"!abraços e linda postagem sua"

Atena disse...

Wanessa:
Obrigada por sua apreciação ao texto.
Já postei sobre os "diferentes" e como sofrem por isso. Dê uma olhada, pois sei que se sentirá melhor.
Está muito acertada ao dizer que ajudar aos outros nos faz sentir melhores. É uma grande verdade. quando ajudamos recebemos mais do que damos, não é? É muito bom.
Evolução não tem nada a ver com religião e sim com crescimento interio0r, portanto você está no caminho certo.
Obrigada pela visita e volte sempre.
grande abraço