"No Egito as bibliotecas eram chamadas Tesouro dos remédios da alma. De fato é nelas que se cura a ignorância, a mais perigosa das enfermidades e a origem de todas as outras.”

(Jacques Bossuet).

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A paranoia da atualidade

paranoia

Uma tarde dessas resolvi jogar meu tempo fora e assisti a alguns vídeos postados no Youtube sobre conspirações, Illuminatis e etc.

À medida que ia assistindo, meu queixo ia caindo. .. rsrs Oh, céus quanta baboseira, quantas situações agrupadas para “demonstrar” seus “reais” significados, quantas palestras e entrevistas com “canalizadores” expondo suas teorias relatadas como fatos (muitas delas com incrível aparência de verdade).

Realmente os humanos são mestres em distorcer as coisas, inventar com aparência de verdade e tirar conclusões apressadas. Quanto mais famoso o apresentador, mais as pessoas acreditam nele. Um exemplo é David Icke (que disse: eu sou um canal para o espírito de Cristo) que tem legiões de seguidores pelo mundo.

Já assisti vídeos desse senhor e, no meio de muita informação coerente, à qual poucos têm acesso, ele inclui sua obsessão: alertar o mundo sobre os anunakis e sua agenda trevosa em relação a nós humanos. Para confirmar suas palavras ele se vale bastante das pesquisas do escritor Zecharia Sitchin, de quem já li 4 livros. Os livros de Zecharia são bem interessantes, mas embora leiga em Astrofísica e Astronomia não considerei críveis suas conclusões a respeito da formação da Terra, bem como também achei absurda sua conclusão de o Homo Sapiens ser produto das experiências genéticas dos anunakis. Faltou a esse pesquisador outro tipo de informações, provenientes de outras fontes.

Não nego nem afirmo a existência dos anunakis, se a tradução do sumério, de Zecharia, estiver correta é bem provável que eles tenham vindo à Terra, mas continuo declarando que somos todos muito ignorantes para poder sair afirmando coisas das quais não podemos ter certeza. Dediquei mais de vinte anos à pesquisa da verdadeira história da humanidade, juntando pecinhas de um enorme quebra-cabeças que ao final continuava incompleto. Aí desisti. Não temos como montar as peças todas, falta-nos a ”prova dos noves fora”. rsrs Vou continuar com a minha ignorância, (fazer o quê?) mas sempre usando uma análise crítica de toda nova informação que chega ao meu conhecimento e, principalmente, sendo lúcida.

Não só Icke, mas muitos atualmente creem que existe um poder central que comanda todos os eventos no planeta. Seriam os Illuminati. Realmente essa sociedade secreta existiu (talvez ainda exista), mas o que as pessoas não se dão conta é que para esse tipo de organização conseguir atingir seus objetivos precisa continuar - secreta! Hoje ela está pra lá de exposta, bem como o Clube Bilderberg, os Skull and Bonés, os não tão secretos Clube de Roma e o CFR.

Aqui não estou negando a existência de uma elite global, mas sim o fenomenal poder que estão lhe atribuindo. Anteriormente à existência da internet até podia ser verdade o que dizem as teorias conspiratórias, mas agora? Está tudo na web: desde a existência dos Illuminati até os projetos que “eram” secretos como os Montauk e Haarp.

O que fez o meu “queixo cair” quando via os vídeos foi o ponto a que chegou a “viagem” já que evangélicos insanos resolveram aderir à crença de um Governo Mundial Satânico (como se satã existisse). Num vídeo é mostrado (com fotos) pessoas famosas fazendo um gesto com a mão que seria dos adoradores do diabo. Entre elas, Barak Obama, John Lennon, o papa e, ... pasmem, a nossa Xuxa Meneghel. É mole?

A paranoia e a “viagem na maionese” chegaram ao auge.

Outra demonstração da paranoia: o “poder oculto” na internet. Já vi postagens e vídeo a este respeito. A web é controlada? Lógico que é. Só ingênuos não sabem disso. Os algoritmos dos Google ou Yahoo da vida sabem exatamente o que pesquisamos e com que frequência o fazemos, os provedores sabem quais páginas visitamos, o que baixamos da internet e se são conteúdos legítimos ou que infringem direitos autorais. Tudo é controlado por alguma organização, seja esta nacional ou internacional. Só que isso não é novidade, organizações espiãs como CIA, a antiga KGB (que agora deve ter outro nome), NSA, Mossad, e sei lá mais quais outras existentes, já bisbilhotam a vida alheia há bastante tempo e desde que temos satélites orbitando o planeta ninguém pode dizer que alguém tem vida cem por cento privada ou oculta.

Isso incomoda? Certamente àqueles que tem o que esconder, sim, mas de resto, ao indivíduo comum, que anda na linha, dificilmente causará transtorno.

Já declarei aqui no blog que a humanidade vive numa hipnose coletiva, contudo é por não ser consciente e não porque um grupo nos esteja hipnotizando. Concordo que é bom informar os desavisados desde que com isso não se promova o medo e a paranoia. De fato o que estão fazendo atualmente na web é participar do jogo daqueles que nos querem ver como meros peões de tabuleiro e vibrando na frequência do medo (muito útil aos chamados trevosos).

Por favor, lembrem que tudo aquilo a que resistimos, persiste e que pensamentos massivos sobre determinado assunto muito facilmente o levará a se manifestar na realidade.

Imagem:www.tempodoapocalipse.com/

Este blog foi criado para você, leitor. E só saberei se você está satisfeito se comentar os posts, ou então, pergunte, questione e sugira temas ou modificações.

12 comentários:

Anônimo disse...

Até que enfim li algo coerente sobre esse assunto, sem nenhum fanatismo.

Mary Miranda disse...

Estimada e adorável Atena,

A política do medo... Essa já rendeu ( e rende) muitos frutos!
Sem querer generalizar, mas generalizando, a maioria das religiões sobrevivem não de amor, e sim, de terror que ocasionam aos seus fiéis.
O mal existe, o domínio existe, só que partir para a paranóia - melhor descrição você não poderia fornecer, amiga!- já é desespero de causa, de argumentos religiosos que não satisfazem mais!
Adorei quando disse que nada mais aberto que a tal "sociedade secreta", esses Illuminatti, e se pararmos para refletir, talvez a maldade de nossos dias seja menos hipócrita que a bondade...
Essa, sabemos, anda escondida em bueiros conceituais, sejam religiosos, políticos e afins!...
Temos que combater o que surge, com dados precisos, e não com suposições!
Acredito que os Illuminatti sejam do mal (também já li muuuuuuuuuuito sobre eles e tenho uma série de 9 DVD's falando sobre o assunto) só que nada, nada do que li ou vi prova absolutamente NADA!
Morrer de véspera - tenho que ser sarcástica! - só peru de Natal, e como sou cética o suficiente para só acreditar no que é comprovado, então, não entro em "parafuso mental" com essa ou aquela suposta informação!
Enquanto há pessoas que se preocupam tanto com suposições, há um montão de gente sofrendo por coisas bem reais, como fome, sede, falta de moradia, injustiças sociais, etc.
Eu combato o mal quando tenho certeza de que é o mal!
Com ideias transmitidas por outrem, sem base edificante, realmente fico com um pé atrás!...

Beijos, querida amiga!
Um dos melhores textos seus, dentre tantos outros maravilhosos!!!!

Mary:)

José S. Pereira disse...

Oi Atena,

Isso não tem muito jeito. Para não encarar a própria impotência (voluntária ou não) elegemos um mal maior e invencível, se não com a ajuda divina. E tudo fica na santa paz.

Foi assim, é e será. Mas temo pelo dia que uma turba, novamente, eleja um inimigo a ser dizimado, instigado pelas mãos de um líder pinel. Seis milhões de judeus, 22 milhões de russos, mais outros milhões e milhões de europeus, americanos, latinos e africanos.

Não nutro a menor simpatia pelo Islã e seu Deus. Alias, não nutro a menor simpatia por qualquer uma das três grandes religiões monoteístas. Mas estaria na frente de batalha para defender o direito que eles tem a essa fé. E, olha, vai ser duro. Mas não demora muito para que tenhamos uma nova guerra santa. Com insanos comandando os três povos escolhidos do grande Deus. E eu no meio. Vai ser um massacre. Vou apanhar que nem gente grande rsrs

Mas enquanto seu lobo não vem, vamos batalhar pela consciência das pessoas. Não sou Satã.Não quero almas. Quero mentes. Bem abertas. E, até, discordantes de mim.

Beijos

Anônimo disse...

Interessante seu post,serve te alerta para aqueles que acreditam em tudo que leem na internet,a proposito que você acha das palavras de OSHO?

Tiozão das Batidas disse...

Orgulhosamente programei uma 'chamada' para este ótimo artigo no novo site dos Blogueiros do Brasil. O post será publicado dia 28/11 às 14h .


Abraços cordiais.

Atena disse...

Anônimo:
Obrigada pelas gentis palavras. Procuro sempre manter minha lucidez mesmo em meio a este mundinho louco. rsrs

Atena disse...

Mary:
Excelente, seu comentário. Sinto-me muito lisonjeada por ter leitores como você e outros tantos.
É, eu já andava de saco cheio de tanto ver esses assuntos na internet, só propagando o medo. Os mais desavisados entram direitinho na onda.
Fico muito pasma por ver como as pessoas não se questionam. Credo! rsrs
Ta certo que os argumentos que usam são bem convincentes, mas não sobrevivem a um bom questionamento.
Quanto aos Illuminati, sei de uma fonte mais confiável que quando a sociedade foi criada era para esclarecer e combater a hegemonia e os desmandos da igreja católica na época. A bandida se metia em tudo e matava quem não estivesse de acordo com ela. Aff! Posteriormente, como tudo que é humano, a sociedade foi desvirtuada.
Obrigada e beijos

Atena disse...

Amigo Zé:
Ultimamente ando um tantinho preocupada (contrariando as recomendações de meus mestres) porque com o a população global, insana do jeito que anda, talvez você esteja com razão quanto a uma possível guerra. Dá para perceber nas entrelinhas que há alguns cogitando isso. Parece que a indústria de armamentos tá precisando faturar mais...
As religiões, principalmente as três que você menciona, fizeram muito mais mal do que bem para a humanidade, mas infelizmente muitas pessoas não conseguem viver sem elas. Vai daí que ainda temos muito chão pela frente em matéria de evolução.
Masss continuaremos nosso trabalho de procurar “abrir cabeças” rsrs
Conto com você e seus excelentes tico e teco, carregadinhos de muito fosfato. rsrs
beijos

Atena disse...

Anônimo:
Já li algumas coisas do Osho, mas pouco. Sinceramente não consegui formar uma opinião a respeito.
Obrigada pela visita e volte sempre

Atena disse...

Tiozão:
Obrigadíssima pelo apoio.
abração

Um Ator Social disse...

Cada um entende no limite de suas possibilidades... E como diz a "sabedoria" popular... o pior cego é aquele que não quer ver!Se me enganam uma vez a culpa é deles, mas se me enganam duas vezes a culpa é minha.

Atena disse...

Diógenes:
Você tem razão cada qual entende conforme sua capacidade de entendimento e de conhecimentos, mas também conforme sua capacidade de análise objetiva. O que me surpreende atualmente é a falta de questionamento que ando encontrando no que leio na internet.
Sem questionamentos jamais chegaremos perto da verdade.
Obrigada pela visita.